16 Em Beleza

E daí se eu sou magrela?

Oi, gente! Tudo bem? Hoje eu vou dividir com vocês algo que me incomodou durante anos.

Fonte: Monica Mancini - Elo7

Fonte: Monica Mancini – Elo7

Eu sempre fui magrela e fazia de tudo para engordar. Cheguei a pedir que o meu pai me desse remédio pra ajudar a ganhar peso. Muito paciente e compreensivo – como sempre – papai me chamou e falou que o importante era eu ter saúde, que o meu biótipo era aquele e que as pessoas gostavam de mim pelo o que eu era e não pelo peso que eu tinha.

Ouvi mas continuava revoltada. Via as outras meninas e queria ser como elas: com bundão, pernão, coxão, etc. Na adolescência, o complexo piorou. Fase complicada essa, né?! As minhas amigas eram todas mais encorpadas do que eu. Meu ideal de beleza a ser alcançado era o corpo das dançarinas do É o Tchan!

dançarinas

Fonte: Musical Uol e Caras Uol.

Cheguei a treinar pesado e reforcei a alimentação com cardápio elaborado pela nutricionista. Consegui chegar aos 52 quilos! Uau! Aquilo era um sonho. Só que comecei a ter refluxo. Foi aí que repensei tudo e acabei percebendo que só eu achava o meu corpo feio. Cheguei à feliz conclusão de que o “problema” era comigo. Meu estava certo!

Fonte: Revista Quem.

Fonte: Revista Quem.

Já que era pra ter um modelo de beleza, por que então não almejar o corpo da Gisele Bündchen, né?! rsss..

E foi então que parei com aquela obsessão de engordar. A partir do momento em que eu me aceitei, tudo mudou. Hoje sou mais feliz e aprendi que os meus valores, a minha beleza interior, “pesam” muito mais do que os números da balança!

Nós não somos o que a gente pesa. Ter mais ou menos peso não é o que importa! A nossa diferença é o que nos faz mais bonita! reality

É isso. Espero que eu tenha ajudado você que ainda briga com a balança, seja porque se acha magrela ou cheinha. Pare de se auto boicotar! Você é linda assim, viu?!  #EDaiSeEuSouMagrela #BlogDaAnaNoBioExtratusReality

Beijos e até a próxima!

Comentar com Facebook:

Você poderá gostar disso

16 comentários

  • Responder
    Patricia Alves
    15/01/2018 at 13:07

    Ana querida Linda, nos somos as belas desse planeta.

    • Responder
      Ana
      15/01/2018 at 14:39

      Patricia, até eu entender que sou magra mesmo, que não tem como eu mudar a minha genética, afff… anos de sofrimento! rsss..
      Hoje eu tô feliz! Nada como a maturidade, né?!

  • Responder
    Dirlei
    13/11/2017 at 17:43

    Blog super legal. Amei

    • Responder
      Ana
      14/11/2017 at 12:35

      Obrigada!
      Legal que gostou! 😉

  • Responder
    Fernanda feitosa
    22/10/2017 at 02:19

    AMOOOOR PROPRIO E TUDO !!!! Eu sou magra e tenho um enorme amor por mim e não quero ficar bombada so para os homens ficarem me bajulando, gosto do meu corpo ele e é pronto!!! Adorei esse BLOG quero voltar sempre…. PARABENS

    • Responder
      Ana
      23/10/2017 at 23:34

      Que legal, Fernanda!!!
      É tão bom quando a gente chega nesse patamar de autoconfiança, né?!
      Adorei o seu relato! Fico muito feliz!
      Parabéns por se gostar como você é!
      Beijos!!

  • Responder
    Andressa
    20/07/2017 at 00:41

    Amor próprio é tudo.. quando estamos bem com nós mesmo estamos de bem com o mundo…Parabéns linda

    • Responder
      Ana
      23/07/2017 at 10:47

      Olá, Andressa!
      Muito obrigada pelo carinho!
      Você disse tudo! Quando nos aceitamos com nossas qualidades e limitações, tudo flui, né?!
      Beijo grande!

  • Responder
    Gabriela
    01/05/2017 at 20:50

    Linda do jeito que é Ana, realmente devemos sempre buscar melhorar, mas sempre respeitando o nosso tipo de corpo. Eu também ja briguei muito com meu corpo, ainda não estou satisfeita, mas já não fico naquela busca incansável pra ter o corpão da famosa X. Quero ter o melhor corpo que esteja dentro do meu alcance!

    • Responder
      Ana
      02/05/2017 at 10:19

      Ei, Gabriela! É isso aí: ter o melhor corpo dentro do nosso alcance.. respeitando nossos limites! Quando eu entendi que tenho biótipo mignon tudo melhorou!
      Parei de brigar comigo mesma e fui ser feliz! Que bom que você também te respeita mais! Ter saúde é o que vale! Atividade física é bom mas se for pra gente se desgastar com isso e ficar sempre arrasada não dá, né?!
      Seja feliz, viu!
      Beijão!

  • Responder
    Bruna Bussular
    24/06/2016 at 13:49

    Ahhh que lindaaaa!!!
    É assim que se fala!
    Não somos rótulos para ser analisados por fora. Ponto!

    Amor próprio é prioridade e só!

    Parabéns pelo post. Essa é a questão wellness que eu tanto falo: você se sentir bem consigo mesma.
    Beeeeijos
    Bruna Bussular – Wellness Lifestyle Blog

    • Responder
      Ana
      24/06/2016 at 20:13

      Não fui sempre assim…rsss..
      Mas chega uma hora na vida que a gente resolve viver bem consigo mesma, né?!
      Beijão!

  • Responder
    Carolina Belo
    19/06/2016 at 19:17

    Nossa Ana. Comigo aconteceu mais ou menos a mesma coisa, só que eu consegui engordar e disparei na balança. Aí foi o sofrimento para fazer o caminho inverso, mas nunca mais consegui ser magra do jeito que era, ha ha ha ha. É um terror, né? Mas quando somos adolescentes é sempre esse drama…
    Um super beijo
    Carolina
    Blog Viajar correndo

    • Responder
      Ana
      21/06/2016 at 12:19

      hã.. nem me fala… era um drama comprar roupa.. tinha pavor!
      Nada ficava bom.. cheguei a comprar na seção infantil.. e isso com mais de 30! kkk
      Agora já me aceito e sou feliz assim!
      Beijos, amiga querida!

  • Responder
    larissa
    12/06/2016 at 11:45

    Ana, realmente o que mais importa nessa vida é termos saúde né.
    E você está muito bem com o seu corpo e saudável.
    Isso é o mais importante.
    E é exatamente coo você disse : a nossa beleza interior transparece no exterior !
    Você está ótima, Ana !!!!
    Adoro ler seus posts porque são muito bem escritos.

    • Responder
      Ana
      14/06/2016 at 14:58

      Muito obrigada, querida!
      Não podemos ser escravos da opinião alheia, né?!
      Temos que ser feliz como somos! Claro que podemos melhorar, por exemplo, fazendo exercícios, comendo direito, etc… mas nada com exagero!
      O certo é aquele velho ditado: mente sã em corpo são!
      Beijos!

    Deixe uma resposta

    CommentLuv badge

    %d blogueiros gostam disto: